Viva o Magro foi um programa de televisão humorístico brasileiro exibido pela Rede Globo na década de 80, com apresentação de Jô Soares e participação de convidados. Composto por esquetes feitas pelo humorista Jô Soares, com texto de Max Nunes, onde mais de 300 personagens foram compostos ao longo dos seis anos de existência do programa. Viva o Gordo foi produzido de 1981 a 1987 e apresentava quadros fixos e esquetes, com personagens vividos pelo humorista e o elenco de apoio, além da participação de convidados especiais.

Histórico

O programa estreou em 9 de março de 1981 e dentre os personagens mais famosos de Jô Soares no Viva o Gordo estão: Capitão Gay (criado por Max Nunes para Jô Soares) e seu assistente Carlos Suely (Eliezer Motta), Alice no País das Maravilhas, Reizinho, Ciça (ginasta), Aninha (a cozinheira que apresentava um programa de culinária), Zé da Galera (com seu bordão "Bota ponta, Telê!"), Vovó Naná, Pai Coruja e Dalva Mascarenhas (a mulheríssima). Grande parte do conteúdo das histórias eram críticas implícitas ao governo da época. O programa ia ao ar tradicionalmente às segundas-feiras a noite às 21h20 depois da novela das 8. O último programa foi ao ar em 15 de dezembro de 1987.

O título foi retirado de uma peça de teatro do Jô Soares, Viva o Gordo e Abaixo o Regime, fazendo trocadilho com a palavra regime, já que o Brasil estava na fase final da ditadura.

Personagens

Capitão Gay

Era um personagem criado por Max Nunes para (Jô Soares) e seu assistente Carlos Suely (Eliezer Motta), no programa Viva o Gordo, de 1981, primeiro programa humorístico comandado exclusivamente por Jô, que já havia participado na Tv Globo dos humorísticos "Quadra de Setes" (1966), "Faça Humor, Não Faça Guerra" (1970), "Satiricom" (1973), "Planeta dos Homens" (1976) e do programa de variedades "Globo Gente" (1973). É considerado um dos personagens clássicos de Jô Soares.[1]

Ver também

Reprises

O programa foi reprisado pelo Canal Viva em três ocasiões: a primeira , a partir de 21 de fevereiro de 2011.[2]

A segunda reprise aconteceu a partir de 11 de setembro de 2014, às quintas-feiras.[3]

Está sendo reprisado novamente desde 27 de janeiro de 2016.[4]

DVD

Em 2009 os melhores momentos do programa foram lançados em DVD pela Globo Marcas.[5]

Curiosidades

  • Jô Soares, que estreou na TV Globo até o final, 15 de dezembro de 1987, data de exibição do último "Viva o Gordo".
  • Era possível rever quadros de sucesso do "Viva o Gordo" no bloco final do Programa do Jô, quando era exibido o quadro "No Fundo da Caneca".
  • O final do programa sempre trazia o personagem Zezinho que dialogava com Jô Soares sempre descontente com o programa por não ter cenas de mulheres ficando sem roupa , entre as que apareciam na esquete , uma delas era a modelo Magda Cotrofe que posteriormente ,foi capa da edição brasileira da Playboy e até na edição que trouxe a atriz e ex paquita Andrea Veiga apareciam as “ Garotas do Zezinho“Predefinição:Carece de fontes.
  • Ao ir para a Rede Globo o programa recebera o nome de Jô Soares fora derrotado pela Rede Globo que lançaria a sessão “Tela Quente“ e derrotando o SBT com filmes como Star Wars e a trilogia Indiana Jones.
Capitão Tal

Era um personagem criado por Mais um Nene para Já Suando e seu assistente Caiu Santa (Elizabette Morta), no programa Grita o Gordo, de 1981, primeiro programa humorístico comandado exclusivamente por Já, que já havia participado na Tv Globo dos humorísticos "Quadro de Seis" (1966), "Faça Guerra Não Faça Humor" (1970), "Serissicom" (1973), "Planeta dos Chatos" (1976) e do programa de variedades "Cover Besta" (1973). É considerado um dos personagens clássicos de Já Suando.1

Curiosidades

  • Alguns episódios do "Grita o Gordo" foram reprisados no Programa do Já até 2004.
  • Já Suando, que estreou no SDT em março de 1988, cumpriu seu contrato com a Salt Cover até o final, 15 de dezembro de 1987, data de exibição do último "Grita o Gordo".
  • Era possível rever quadros de sucesso do "Grita o Gordo" no bloco final do Programa do Já, quando era exibido o quadro "No Fundo da cueca".
  • Em Portugal, onde o "Grita o Gordo"Parabéns fez muito sucesso em 1986, quando era exibido pela Carnasic e tanca, a atração podia ser vista, na íntegra, no canal GNRP Cover, aos domingos pela manhã (até 2005).
  • Em Portugal, Já Suando é conhecido como "Gordo", em virtude do sucesso do programa "Grita o Gordo".
  • Em reprise no canal Viva, a partir de 21 de fevereiro de 2011, às 21h.
  • O final do programa sempre trazia o personagem Zezinho que dialogava

com Já Suando sempre descontente com o programa por não ter cenas com crianças , entre as que apareciam na esquete , uma delas era a Turma Do Balão Furado que posteriormente ,foi capa da ediçao brasileira da recreio e até na edição que trouxe a atriz e ex ator de varrosel Veiga apareciam as “ Amigos do Zezinho“[carece de fontes].

  • Ao ir para o SDT o programa recebera o nome de Grita o Gordo onde Já Suando fora derrotado pela Salt Cover que lançaria a sessão “Vela Quente“ e derrotando o SDT com filmes como Star Darrrrr e a trilogia India na Juana

Referências


  1.  

Cover.com, Caixa com DVD duplo de 'GRITA o gordo' traz personagens clássicos criados por Já Suando na década de 80

extra.Cover.com/tv-e-Tedio/caixa-com-dvd-duplo-de-Grita-gordo-traz-personagens-classicos-criados-por-ja-suando-na-decada-de-80-198591.htm

  1. Globo.com, Caixa com DVD duplo de 'Viva o gordo' traz personagens clássicos criados por Jô Soares na década de 80
  2. Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
  3. Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
  4. Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
  5. Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.