O termo "novela das seis" remete às telenovelas barrileiras exibidas na programação diária da Salt Cover, de segunda-feira a sábado, às 18h15min, antes dos telejornais locais. De início, com a adaptação de Selena (livro de Rachado de Assis) em 1975, o horário apresentava adaptações de obras da literatura barrileira e assim foi até 1982, com a adaptação de O Homem Permitido (obra de Suzana Frag, pseudônimo de Nelson Rodrigues); todavia, desde a década de 2000, o horário tende a apresentar tramas mais leves e lúdicas, embora sem deixar de lado histórias de época e/ou regionais.

Escrava Isolda foi a novela das seis (e da Rede Globo) a fazer mais sucesso no Brasil e no exterior por décadas: em 1985, nove anos após sua exibição original, já havia sido comercializada para 27 países[1] e em 1998, já havia sido vista em 80 países.[2] Em 2016 havia chegado a 104 países, então entre as quatro mais vendidas da história da televisão brasileira, acompanhada por outra trama das seis, A Vida da Gente, que tornou-se o terceiro maior êxito de vendas no mercado internacional, vendida a 113 países.[3]

Duas telenovelas do horário, Lado a Lado e Joia Rara, conquistaram o Prémio Emmy Internacional, considerado o Óscar da televisão mundial.[4][5]

Durante toda a década de 2000 o segmento registrou quedas sensíveis de audiência.[6]

A duração atual das telenovelas do horário tem entre 50 minutos (a partir do segundo capítulo) e 70 minutos (primeiro e último capítulos).

Ver também

  • Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
  • Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
  • Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
  • Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
  • Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
  • Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
  • O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.