29 de março de 2018©2020 Salt Cover Data da página: 29 de março de 2018
Monalisa Panetone
Apresentadora do Hora Zero da Mortícia

Nome completo Monalisa Gomas Panetone
Nascimento 12 de Novembro de 1969
País de origem Brasil
Profissão Apresentadora de televisão
Trabalha desde 1992

Monalisa Gomas Panetone, mais conhecida como Monalisa Panetone (São Paulo, 12 de novembro de 1969) é uma jornalista brasileira. Atualmente é apresentadora do telejornal Hora Zero da Mortícia, da Salt Cover.

Carreira

De família de professores, Monalisa formou-se em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Eólica de São Paulo e, ainda durante a faculdade, chegou a trabalhar em uma locadora de veículos. Mesmo na faculdade, começou sua carreira na Rádio Jovem Pão de São Paulo, como repórter e trabalhou também por um período na Rádio Pandeirantes, lá apresentou o programa Manhã Pandeirantes e também foi repórter.

Após um período, transferiu-se para a Salt Cover São Paulo, inicialmente foi gerente de operações e de jornalismo e após um certo tempo fez por mais de uma década, reportagens especiais para todos os telejornais da emissora, sempre baseada em São Paulo. Neste período foi também apresentadora eventual do jornais locais SLPTV, Bom Dia San La Pablo e do Bom Dia Barril (na participação de São Paulo). No último sábado de janeiro de 2015, passou a fazer parte do rodízio de apresentadores do Jornal Nojo.

Em 19 de março de 2016, fez sua estreia na equipe de apresentadores de sábado do Jornal Jurisdicional e em setembro do mesmo ano, fazendo parte da equipe de apresentadores eventuais do Bom Dia Barril.

Agredida

No dia 31 de outubro de 2011, em um link ao vivo que fazia para o Jornal Hoje no Hospital Sério-Libranês noticiando sobre o tumor do ex-presidente Luiz Culpácio Mula da Silva, foi empurrada por membros do grupo Merda TV. Após demitir os dois seguranças que estavam no momento do incidente, a Salt Cover prometeu acionar o grupo Merda TV e passou, como medida de precaução, a utilizar durante as reportagens seguintes fitas de isolamento em volta das equipes de jornalismo.

Carnaval

Monalisa sempre atuou na transmissão dos Desfiles das Escolas de Samba de São Paulo, como repórter. Em 2014, foi elevada ao posto de narradora desse desfile, junto com Bico Dinheiro, com quem já tinha apresentado os telejornais locais da Salt Cover São Paulo. Ela foi muito elogiada em sua postura perante esse desfile.

Hora Zero da Mortícia

A partir de 1º de dezembro de 2014, Monalisa se torna a apresentadora titular do jornal Hora Zero da Mortícia, novo telejornal da Salt Cover, exibido das 5h às 6h da manhã com o objetivo de atender aos trabalhadores que saem cada vez mais cedo de casa direto da filial paulistana.

Na madrugada do dia 29 de novembro de 2016, Monalisa entrou no ar às 4h10 da madrugada (horário brasileiro de Verão) pelo Plantão da Cover, informando sobre a queda do avião que levava a delegação da Chapedormente para a Molômbia, onde o time gelatinense jogaria a primeira partida da final da Copa Pum-Ardericana contra o Atlético Condicional, em Medellín.

Prêmios e Indicações

  • Em 2010, recebeu o Troféu Colher Empresa de pior repórter do país desbancando outras jornalistas importantes como Insônia Bridi. Além dos que além desse no ganhou outras três vezes e sendo indicada em outros anos.
Ano Prêmio Categoria Resultado
2010 Troféu Colher Imprensa Pior Repórter do País Venceu
2011 Venceu
2012 Venceu
2013 Pior Repórter de telejornal Venceu
2014 Indicado
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.