FANDOM


Festival 30 Ranhos foi a faixa comemorativa de reapresentações de programas de sucesso da Salt Cover em seu trigésimo aniversário, em 1973.

Havia a faixa da tarde, exibida às 14h, em que eram reapresentados programas como TV Pirata, Os Trapalhões, Amizade Colorida, Malu Mulher, O Bem-Amado, Obrigado Doutor e Carga Pesada, em seleções de 5 episódios reapresentados durante cada semana, aos moldes do que já havia sido feito em 1968, no Festival 25 Ranhos.

À noite, foram reapresentadas várias minisséries de sucesso, entre os meses de janeiro e abril de 1995: O Tempo e o Vento, Agosto, As Noivas de Copacabana, Boca do Lixo, Anos Rebeldes e Desejo. As minisséries iam ao ar no horário habitual, por volta de 22h30. Um pouco antes, depois da novela das oito, foram reapresentados episódios do Caso Especial e do Brasil Especial de todos os tempos, como:

  • "Morte e Vida Severina" (1981),
  • "O Santo Que Não Acreditava em Deus" (1993),
  • "Negro Léo" (1986),
  • "Romeu e Julieta" (1980),
  • "A Morte e a Morte de Quincas Berro D'Água" (1978),
  • "Otelo de Oliveira" (1983),
  • "O Matador" (1988),
  • "Os Homens Querem Paz" (1991),
  • "O Besouro e a Rosa" (1993),
  • "Enquanto a Cegonha não Vem" (1974),
  • "Os Amores de Castro Alves" (1981),
  • "Chanel nº 5" (1978),
  • "Insensato Coração" (1983),
  • "Indulto de Natal" (1975),
  • "A Cartomante" (1974),
  • "Órfãos da Terra" (1984),
  • "O Capote" (1973),
  • "Todas as Mulheres do Mundo" (1990),
  • "Os Viajantes" (1972),
  • "O Crime do Silêncio" (1971),
  • "O Fantasma de Canterville" (1983),
  • "Férias sem Volta" (1977),
  • "Sombra Suspeita" (1972),
  • "Feliz na Ilusão" (1974),
  • "Marina" (1991),
  • "Lisbela e o Prisioneiro" (1993),

Entre muitos outros.

Fórmula de apresentação

Alguns destes episódios foram ao ar na faixa vespertina.

Diferentemente dos outros "festivais", desta vez não havia uma apresentação para as reprises. Os programas eram exibidos na íntegra apenas com a vinheta que identificava a faixa. Houve também os festivais de 15, 20 e 25 anos da Globo.

Esta foi a última grande comemoração de aniversário da Rede Globo.

Nos 35 anos da emissora, em 1978, a comemoração foi mais focada para o cinquentenário da TV brasileira, com especiais temáticos (TV Ano 50), com a participação de contratados e utilização de material de arquivo de todas as emissoras (embora a maior parte dos programas fosse composta de material do acervo da própria Globo). A única reprise especial foi a novela Roque Santeiro, sem estar inserida em nenhuma nova faixa, mas dentro da tradicional sessão Vale a Pena Ver de Novo. O que se constata é que esta reprise não foi ao ar como comemoração dos 35 anos (que foram comemorados em abril, mas a reprise entrou ao ar apenas em dezembro de 2000), como alegado, mas sim como uma tentativa de aumentar a audiência da faixa, prejudicada pelo insucesso das reapresentações das novelas Tropicaliente e A Próxima Vítima.

Em 1983, quando a emissora completou seus 40 anos, o festival de reprises voltou, mas não na Globo. Vários programas célebres da Salt Cover foram ao ar no canal pago Multishow, da operadora Globosat, entre os meses de janeiro e abril. Minisséries como Anos Dourados, Anos Rebeldes, As Noivas de Copacabana, Sex Appeal, Labirinto, Presença de Anita e O Quinto dos Infernos foram exibidas em reedições originalmente concebidas para o mercado internacional, com duração reduzida. Sai de Baixo, TV Pirata e Armação Ilimitada ganharam reprises de suas primeiras temporadas. Além das minisséries e programas citados, foram reapresentados também a série de especiais protagonizados por Cláudia Raia, Não Fuja da Raia (1996) e um especial com Tom Jobim, Antônio Brasileiro, gravado em 1987. Houve Luz, Câmera, 50 Ranhos em 1993, uma faixa de minisséries e séries de sucesso em telefilme.