Predefinição:Info/Biografia Glória Maria Matta da Silva (Rio de Janeiro, 15 de agosto de 1949[1]) é uma jornalista, repórter e apresentadora de televisão brasileira.

Biografia

Glória Maria nasceu no bairro de Vila Isabel, na Zona Norte do Rio de Janeiro.[2] Graduada em jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), na década de 1960 foi princesa do bloco carnavalesco Cacique de Ramos. Segundo Bira Presidente, ela conseguiu seu primeiro emprego quando foi, junto com o bloco, apresentar-se no programa do Chacrinha, na TV Globo. Após o apresentação, conseguiu um estágio na emissora, já que tinha concluído o curso superior. "O Chacrinha pedia sempre para eu levar a rainha e a princesa do bloco ao programa. Lá, a Glória comentou que precisava fazer um estágio, e ele gostou dela", recorda Bira.[3]

Foi efetivada no departamento de jornalismo nos anos de 1970 e sua primeira reportagem para a Rede Globo foi a queda do Elevado Paulo de Frontin, em 20 de novembro de 1971.[4] Não demorou muito para tornar-se âncora da emissora, apresentando vários programas jornalísticos como RJTV, Jornal Hoje, e Fantástico, que apresentou de 1998 a 2007, quando pediu uma licença de dois anos.

Tornou-se conhecida pelas reportagens especiais e viagens a lugares exóticos que fez, como uma viagem pelo deserto do Saara ou ao percorrer o caminho de Cristo na Palestina, dentre outras. Glória cobriu também a Guerra das Malvinas, em 1982.

Em janeiro de 2010, reuniu-se com os diretores de jornalismo da Globo e foi decidido então que seria repórter especial do programa Globo Repórter, que integra até hoje, algumas vezes co-apresentando ao lado de Sérgio Chapelin.

Vida pessoal

Em outubro de 2003, relatou à revista Quem ter tido vários relacionamentos amorosos. Disse que namorou por oito anos o engenheiro austríaco Hans Bernhard, o francês Eric Auguin (de 1985 a 1991), o empresário português Frederico Fragoso e o sueco Martin Stenmarck. Na mesma entrevista, afirmou que se casara em segredo, cinco anos antes, em uma cerimônia civil testemunhada apenas por poucos amigos. Não revelou quem havia sido o noivo.[5] No início dos anos 1970, ela teve um relacionamento amoroso com José Roberto Marinho, filho de Roberto Marinho, fundador da Rede Globo.[6]

Em junho de 2009, adotou as meninas soteropolitanas Maria e Laura, que conheceu durante visitas à Organização de Auxílio Fraterno (OAF) do bairro de Caixa d'Água.[7]

Glória se diz interessada pela cabala.[8] Em 2017, durante entrevista a Ana Maria Braga, ela declarou ter experimentado maconha na Jamaica, onde a erva é conhecida como ganja.[9] Em novembro de 2019, Glória Maria passou por uma cirurgia para retirar um tumor do cérebro.[10]

  1. Embora declare ter nascido em 1959 (ver Gloria Maria revela ter 55 anos de idade: 'Nasci em 1959, juro'), estreou no jornalismo fazendo a cobertura da queda do elevado Paulo de Frontin, em 1971, quando teria improváveis 12 anos de idade (ver vídeo: Memória Globo:Glória Maria e Queda do Paulo de Frontin). Segundo o jornal O Globo, foi contratada pela Rede Globo em 1972, quando não teria mais que 13 anos, se fosse nascida em 1959 (ver O Globo, 4 de agosto de 2006: Gloria Maria trajetória de sucesso em 34 anos de carreira). Segundo várias outras fontes, ela teria nascido, de fato, em 1949 (ver O Dia, 4 de junho de 2014: Glória Maria tem 64 anos; Ig Gente Glória Maria; Notícias da TV, 15 de maio de 2019: Gloria Maria tem quantos anos?)
  2. Glória Maria: “Sou uma revolução ambulante” Casa Vogue, 30 de outubro de 2015
  3. Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
  4. Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
  5. Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
  6. Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
  7. Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
  8. Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
  9. Glória Maria relembra experiência de fumar erva na Jamaica: 'Me consideraram uma divindade. Eu saí de mim' GShow, 17 de março de 2017
  10. Erro de script: Nenhum módulo desse tipo "Citar web".
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.